comentar
publicado por maria mendonça, em 03.12.08 às 23:52link do post | favorito

Os números da greve de hoje  não coincidem, mas isto não é novidade. Estranho até seria se coincidissem. O sindicatos falam em 94% um valor muito próximo dos 100%. 

No Primeiro Jornal da SIC, o Secretário  de Estado da Educação Jorge Pedreira afirmou que os números que possuíam ainda eram provisórios, e chegou mesmo a afirmar, que demoraria uma semana a recolher todos os dados para chegarem a um valor definitivo.

Mas eis, que num passe de mágico à noite  Valter Lemos afirma que foram apenas 61%.   Pela primeira vez,  o Ministério admitiu também que a greve teve uma adesão muito significativa.

 

Esta questão dos números leva-me a um assunto interessante. Na manifestação dos  professores em Março, o número de manifestantes era muito elevado por isso o Governo decidiu que  não divulgaria mais o números de manifestantes. Mas mais tarde esqueceu-se dessa ordem e na última manifestação de professores e da função pública já andaram a contar as cabeças.

 

 Quando os números convêm divulgam-se, quando não interessam escondem-se ou manipulam-se.

 


pesquisar
 
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

14
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


mais sobre mim