comentar
publicado por maria mendonça, em 05.12.08 às 16:55link do post | favorito

Leio hoje no JN, a suspensão da avaliação dos professores só não foi aprovada por faltas dos deputados das bancadas da oposição.

Vamos às contas dos faltosos.

O PSD tem 75 deputados, faltaram 30.

No CDS-PP faltaram 3  deputados, um dos quais não entrou na sala a tempo de participar na votação.

Do PCP faltou 1, mas que o partido informou estar doente.

Os Verdes têm 2 , mas faltou 1.

Do BE todos presentes.

Contas feitas faltaram 35 deputados, mas como o peso da maioria hoje estava reduzido a 101 votos, a proposta PSD, CDS-PP, PCP, BE e Verdes teria passado.

 

 

 Na Assembleia continua tudo na mesma, faltam sempre que lhes convém, deixando aqueles que deveriam representar pendurados. É a vergonha.  

Assim, se lhes aplicássemos o modelo de avaliação dos professores os faltosos já não teriam excelente, eu até duvido se teriam bom a avaliar pelas imagens da Assembleia sempre com cadeiras vazias.

Mas afinal para que servem tantos deputado? Não esquecer que somos todos nós que lhes pagamos o ordenado. Acho que temos que repensar o número de deputados e porque não reduzi-lo? 

 

 

Actualização

Manuela Ferreira Leite questinona Paulo Rangel no sentido de obter uma explicação para as faltas dos deputados do PSD. Em qualquer circunstância, não é nunca admissível que os deputados faltem àquilo que são as suas obrigações e responsabilidades. Como considero isso inadmissível, quis saber o que é se tinha passado e quais os deputados que se ausentaram, quando não se poderiam ter ausentado”, explicou a líder do PSD,  Para a responsável a situação é “inaceitável” e “não se pode tornar a repetir”.
 

 


pesquisar
 
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

14
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


mais sobre mim