comentar
publicado por maria mendonça, em 16.12.08 às 10:38link do post | favorito

Então, no outro dia 03/12/2008, Sócrates afirmou que em 2009 só iamos ter um ano em abundância, foi noticia de abertura de telejornais.

"As  famílias podiam esperar melhor rendimento em 2009", tendo em conta as baixas da taxa de juro, preço dos combustíveis e inflação. As famílias poderão esperar "ganhar poder de compra, como vão ganhar poder de compra os funcionários públicos, como não ganhavam há muitos anos".

 

E passados 12 dias, hoje vem dizer que 2009 será de “tempos difíceis” e pede “o melhor de todos”.

 

Agora não sei em que acreditar... estou confusa. Afirma, desmente com uma facilidade que me incomoda.

Pois  Sr. Sócrates, afinal sempre admite, aquilo que anda a tentar esconder de todos nós. A tentar maquilhar os Orçamentos de Estado para tentar esconder o verdadeiro défice. Mas também, com um ministro que foi  considerado o pior ministro das Finanças de 19 países da União Europeia, de é que estavamos à espera? Cada um tem o Governo que  merece. 

 

É por isto e por outras que apesar de afirmar que não anda atrás dos votos, ninguém já acredita. E a boa nova é que em 2009 há eleições!

 

 


 


pesquisar
 
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

14
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


mais sobre mim