comentar
publicado por maria mendonça, em 04.12.13 às 21:04link do post | favorito

Nelson Arraiolos, desempregado de 41 anos, avisou com antecedência que tencionava ir nesta quarta-feira a um supermercado e que saíria sem pagar um pacote de arroz. E foi com esse objectivo que se dirigiu a um espaço comercial na Rua 1.º de Dezembro, em Lisboa. Mas acabou por receber a oferta de um cabaz de Natal.

“O Pingo Doce fez mais uma manobra de charme aproveitando uma acção de resistência”, concluiu Rita Neves, uma  desempregada presente nesta acção simbólica de Nelson Arraiolos, o desempregado que em Setembro entregou uma carta ao Presidente da República comunicando que não pagaria mais impostos, por falta de condições financeiras. (no Público)

 

Grandes palavras, uma luta pela dignidade humana... porque em Portugal cada vez há mais miséria e pobreza, e não podemos virar a cara!

A culpa é inteiramente do  desgoverno que por cá andou, se tivessem deixado falir o banco BPN, teríamos mais um milhões para ajudar os desempregados. Protegeram os bancos e deixaram as famílias desprotegidas.....

 

 

 

 


comentar
publicado por maria mendonça, em 21.10.10 às 23:25link do post | favorito

Governo equaciona tolerância de ponto em Lisboa a 19 de Novembro, o primeiro dia da Cimeira da NATO, diz o Público, então nós temos um buracão enorme e ainda vai haver pontes??

Dizem eles que é para facilitar as movimentações das comitivas e que até vem o Barak Obama. Ora essa, desde quando se deixou de trabalhar nas outras cidades por receberem a cimeira?  

 

Isso é que vai uma vida...


comentar
publicado por maria mendonça, em 21.10.10 às 13:19link do post | favorito

Ora vamos lá ver...

 

Louça afirma hoje, no JN,  que dinheiro injectado no BPN dava para tapar o buraco orçamental e o Público diz que o Governo ainda vai meter 400milhões no BPN até ao final da privatização...

 

O Governo vai continuar a insistir no erro, feito no passado e pagar com o nosso dinheiro?

 E agora, vão lá buscar o dinheiro injectado?
Como? Vendem o banco? Ninguém o quer. Nem os balcões, a retalho.
Deviam ter deixado o banco falir e seguir  as recomendações externas!

 

Solução: Os bancos têm apresentado sucessivos lucros nos seu relatórios. Então, há que ir buscar dinheiro onde existe, taxem os sucessivos lucros que a banca apresenta... fácil! 

Atenção: legislem de forma a que, a banca (como se prepara já) não faça reflectir essa taxa nos clientes.


comentar
publicado por maria mendonça, em 19.11.09 às 22:38link do post | favorito

O Governo proibiu hoje a cobrança de taxas em operações realizadas no multibanco, tanto em depósitos, levantamento ou pagamento de serviços.

Já não chegava a banca ter sempre lucro desmesurado e andarem sempre atrás das comissões, que ainda queriam cobrar pelas operações dos nossos cartões....  

 

Mas é claro que há quem defenda que a banca é uma empresa como outra qualquer e que por isso a sua finalidade é a obtenção de lucros e que é legítimo cobrar os serviços que oferece e assim sendo,  o Governo interferiu num mercado que deveria ser livre.

Falta saber, para que servem afinal as empresas? Bem diz a canção, "Money make the world go round...", mas qual será a sua função primordial, será exclusivamente a obtenção de lucro? Ou terão um papel muito mais social, para  bem servir as pessoas? 

Se as empresas, já não serve para o nosso bem estar, então para que servem elas?

 

 


comentar
publicado por maria mendonça, em 16.12.08 às 10:38link do post | favorito

Então, no outro dia 03/12/2008, Sócrates afirmou que em 2009 só iamos ter um ano em abundância, foi noticia de abertura de telejornais.

"As  famílias podiam esperar melhor rendimento em 2009", tendo em conta as baixas da taxa de juro, preço dos combustíveis e inflação. As famílias poderão esperar "ganhar poder de compra, como vão ganhar poder de compra os funcionários públicos, como não ganhavam há muitos anos".

 

E passados 12 dias, hoje vem dizer que 2009 será de “tempos difíceis” e pede “o melhor de todos”.

 

Agora não sei em que acreditar... estou confusa. Afirma, desmente com uma facilidade que me incomoda.

Pois  Sr. Sócrates, afinal sempre admite, aquilo que anda a tentar esconder de todos nós. A tentar maquilhar os Orçamentos de Estado para tentar esconder o verdadeiro défice. Mas também, com um ministro que foi  considerado o pior ministro das Finanças de 19 países da União Europeia, de é que estavamos à espera? Cada um tem o Governo que  merece. 

 

É por isto e por outras que apesar de afirmar que não anda atrás dos votos, ninguém já acredita. E a boa nova é que em 2009 há eleições!

 

 


 


pesquisar
 
Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

18
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30
31


mais sobre mim