comentar
publicado por maria mendonça, em 08.12.13 às 23:05link do post | favorito
Vamos analisar o site do IAVE, é o Instituto de Avaliação Educativa. Organismo criado por Nuno Crato, Ministro da Educação e que tem nas suas competências a organização da PACC, a tão famosa Prova de Avaliação de Conhecimento e Capacidades dos "candidatos" a docentes, como ele gosta de afirmar.
Quem tiver dúvidas sobre a imagem aqui colocada, ou ache que é montagem, pode seguir o link, e conferir a veracidade da mesma. 
"Montrante", "especifica" sem acento, "indentificação", três erros....

Será que estes senhores também fazem prova?
Senhor Ministro não duvide da capacidade dos Professores, ou da sua preparação... A má preparação e a incompetência da sua equipa é evidente, a cometer erros é um desastre e ainda quer avaliar professores?
O rigor e a exigência?
Uma vergonha....

comentar
publicado por maria mendonça, em 28.11.13 às 23:25link do post | favorito

Nuno Crato diz que 30 mil docentes já se inscreveram na prova, disse esta quinta-feira, no final da reunião do Conselho de Ministros, em Lisboa, estar confiante de que, apesar de toda a contestação, os docentes sem vínculo vão fazer a prova de conhecimentos e capacidades, estando mesmo já inscritos, há 37 mil inscritos.  (no Jornal Público)

Ora, vamos a contas....

20€x37000=740 000€

Correção das provas pelos docentes de Português 3€x37 000=111 000€

Gannho = LUCRO 740 000-111 000=629 000€

Acho que descobriram a galinha dos ovos de ouro... colegas de Português, acho que estão a ser mal pagos!!


comentar
publicado por maria mendonça, em 22.10.09 às 15:24link do post | favorito

Enquanto, o Nosso Primeiro tenta (desesperadamente!) constituir governo e anda a fazer convites, a oposição mexe-se. Pois, o país não pára e há promessas para cumprir. 

 

Hoje,  Manuela Ferreira Leite recebeu os sindicatos dos professores, e afirmou que espera "com toda a serenidade, interesse e determinação, que o novo Governo dê um sinal de que pretende essa pacificação, incluindo uma renegociação para a revisão do sistema de avaliação e do estatuto da carreira docente”.

A  Fenprof afirmou que "O primeiro e maior desafio que se coloca ao poder, Governo e Assembleia da República, é voltar a ganhar os professores que tão atacados e maltratados foram pelo Governo anterior" e não excluiu novos protestos  “ se for preciso, voltam às ruas”. 
 

Agora com maioria a oposição vai pedir a suspensão imediata da avaliação dos professores e o fim da divisão da carreira.Sócrates vai provar do seu próprio veneno.  

Blogues e movimentos de professores publicaram e subscreveram um manifesto apelando à suspensão imediata do modelo de avaliação. Os docentes voltam à luta e se necessário voltam à rua.

 


subscrever feeds
pesquisar
 
Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

18
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30
31


mais sobre mim