comentar
publicado por maria mendonça, em 03.12.08 às 23:52link do post | favorito

Os números da greve de hoje  não coincidem, mas isto não é novidade. Estranho até seria se coincidissem. O sindicatos falam em 94% um valor muito próximo dos 100%. 

No Primeiro Jornal da SIC, o Secretário  de Estado da Educação Jorge Pedreira afirmou que os números que possuíam ainda eram provisórios, e chegou mesmo a afirmar, que demoraria uma semana a recolher todos os dados para chegarem a um valor definitivo.

Mas eis, que num passe de mágico à noite  Valter Lemos afirma que foram apenas 61%.   Pela primeira vez,  o Ministério admitiu também que a greve teve uma adesão muito significativa.

 

Esta questão dos números leva-me a um assunto interessante. Na manifestação dos  professores em Março, o número de manifestantes era muito elevado por isso o Governo decidiu que  não divulgaria mais o números de manifestantes. Mas mais tarde esqueceu-se dessa ordem e na última manifestação de professores e da função pública já andaram a contar as cabeças.

 

 Quando os números convêm divulgam-se, quando não interessam escondem-se ou manipulam-se.

 


comentar
publicado por maria mendonça, em 03.12.08 às 23:47link do post | favorito

A greve dos professores vista de outro ângulo, no Ideias Soltas.


comentar
publicado por maria mendonça, em 03.12.08 às 22:45link do post | favorito

Mais um dia de greve e de muito transtorno para as famílias. O secretário de Estado Adjunto  da Educação, Jorge Pedreira, afirmou que "a maioria das escolas está aberta". Para a equipa do Ministério, a escola  é como uma loja em que estar a funcionar resume-se a ter as portas abertas e lá dentro os alunos e o pessoal não docente.

Então os professores, para que são necessários? Uma escola em que não há aulas está a funcionar? Pelos vistos para este senhor as escolas não servem para ensinar, mas apenas como depósito de alunos.

  

Durante o inicio da tarde o Ministério admitiu a possibilidade de aplicar o modelo simplificado de avaliação de desempenho  também nos próximos anos, desde que os sindicatos aceitem negociar.O desespero do Governo começa a ser evidente. Querem atirar todas as questões polémicas para resolver depois das eleições.

 

Entretanto os alunos convocaram para amanhã um protesto contra o Estatuto do aluno.  Mais um dia de luta contra o novo Estatuto do Aluno, os exames nacionais, a privatização do ensino e pela gestão democrática das escolas. (notícia via Público)

  

E assim anda o circo de pulgas...
 

 

 

 

 


 


comentar
publicado por maria mendonça, em 03.12.08 às 22:04link do post | favorito

Circo de pulgas, nome do blog novo criado na plataforma Sapo.  

Mas afinal o que são os circos de pulgas?

 

Aparentemente, estes circos existiam na Europa  nos séculos XVIII e XIX, com uma enorme popularidade, e onde as pulgas eram os supostos artistas. 

Mas na realidade estes "artistas" nunca existiram. Tudo era feito com truques de forma a ludibriar as pessoas que assistiam levando-as a acreditar que eram realmente as pulgas. O poder de sugestão era tão grande que algumas juravam ter visto as pulgas.

 

Mais ao menos o que se passa hoje em dia, continuam a enganar-nos como no passado.

 

Afinal, os circos de pulgas continuam....  Declaro o blog aberto a todos.

 

 


subscrever feeds
pesquisar
 
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

14
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


mais sobre mim